14/05/2020 às 19h45min - Atualizada em 14/05/2020 às 19h45min

Prefeitura monitora casos suspeitos em isolamento domiciliar

O monitoramento tem o objetivo de orientar e acompanhar a evolução do quadro de saúde dessas pessoas e garantir o isolamento para que não haja disseminação do vírus.

Divulgação

No combate a pandemia do coronavírus, diariamente uma equipe técnica da Saúde mantem contato com pessoas em isolamento domiciliar, que estão nessa condição por terem apresentado sintomas gripais, ou terem histórico de viagem, ou que tiveram contato com casos suspeitos e, por isso, fazem parte dos casos notificados. O monitoramento tem o objetivo de orientar e acompanhar a evolução do quadro de saúde dessas pessoas e garantir o isolamento para que não haja disseminação do vírus.

De acordo com a Secretaria de Saúde, até o momento já foram monitoradas em torno de 100 cidadãos, e com uma média de 12 contatos com cada pessoa, durante o período de isolamento, os contatos superam mil mensagens a contar do início do monitoramento, lembrando que, até aqui, nenhum caso fechou protocolo médico para a doença  e, por isso, muitos já se encontram descartados por melhora clínica.

A enfermeira Elina Florindo Silveira, que coordena o serviço, informou que no monitoramento pelo celular é avaliado principalmente o aparecimento de sintomas novos, agravamentos dos sintomas já constatados e esclarecimento de  dúvidas, bem como são agendadas as coletas de material para exames e enviados os resultados de exame. Sendo que o contato é feito a cada 24h com pessoas de mais de 60 anos e portadores de condições clínicas de risco, a cada 48h nos demais pacientes, e ocorre durante 14 dias após a data inicial dos sintomas.

Elina destacou também que os pacientes em isolamento são orientados com medidas de repouso, higiene, hidratação, alimentação adequada, uso de máscara, etiqueta respiratória entre os moradores da mesma casa, além de ser prescrito pelo médico analgésicos e anti-térmicos quando necessário.

Serviço humanizado

Perguntada se o trabalho acaba sendo um apoio emocional para o paciente, a enfermeira disse que sim. “Em alguns casos acaba sendo um apoio emocional sim. O Isolamento domiciliar não deixa de ser um momento de renúncia, sacrifício e reflexão. Momento que gera muita ansiedade e em alguns casos o medo. Então, ter alguém para esclarecer as dúvidas e manter contato, traz um sentimento de segurança e amparo”.

Elina também comentou que em geral o trabalho é bem recebido.  “Em geral o serviço é bem recebido. Muitos pacientes agradecem bastante o acompanhamento durante a trajetória de Isolamento. Para alguns rebeldes é necessário puxão de orelha e não gostam muito”, finalizou.

Um cidadão, que preferiu não revelar o nome, contou que  recebeu o exame com negativo para coronavírus, mas que, até a confirmação, foi monitorado diariamente com muita atenção por parte da equipe. “Como eu vim de uma cidade que tem muitos casos, desde que eu cheguei resfriado em Ibatiba e procurei a Ama, pois fiquei preocupado,  eu fui muito bem atendido, tudo que poderia ter feito foi feito e monitoraram todos os dias o meu isolamento, mandando mensagem, perguntando como eu estava. Só tenho a agradecer”.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://ibatibaonline.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp