19/03/2021 às 16h10min - Atualizada em 19/03/2021 às 22h59min

Consórcio Caparaó faz reunião virtual sobre pandemia, eleições e outras demandas

Como não poderia deixar de ser, o principal assunto foram as medidas restritivas decretadas pelo Governo do Estado e que estão sendo seguidas pelas administrações municipais da região, o que tem provocado manifestações de comerciantes praticamente em todas as cidades.

Divulgação/PMI

Prefeitos que compõem o Consórcio Público Intermunicipal de Desenvolvimento Sustentável do Território do Caparaó Capixaba (Consórcio Caparaó) participaram de uma reunião virtual, na manhã desta sexta-feira (19). Como não poderia deixar de ser, o principal assunto foram as medidas restritivas decretadas pelo Governo do Estado e que estão sendo seguidas pelas administrações municipais da região, o que tem provocado manifestações de comerciantes praticamente em todas as cidades.

Todos os prefeitos falaram sobre a pressão sofrida diante da efetivação das medidas do Estado que visam o combate ao número crescente de casos de Covid-19, assim como o número de mortes pela doença. As medidas não estão sendo bem recebidas pelos empresários das cidades, ao mesmo tempo que o Ministério Público e o Tribunal de Contas do Estado colocam que os prefeitos que não cumprirem as restrições do governo poderão ser denunciados.

Além deste assunto pontual, também foram alinhadas demandas apresentadas e, principalmente, a definição de questões relacionadas à eleição do Consórcio que está marcada, até o momento, para o próximo dia 26. E um dos pontos mais conversados foi sobre a necessidade de cada município estar em dia com o Consórcio para participar das ações, incluindo as eleições.

“Nosso objetivo é que todos possam votar e serem votados, que todos os 14 municípios possam participar do processo”, afirma o presidente do Consórcio Caparaó, o prefeito de Ibatiba, Luciano Pingo. Também ficou acertado que a assembleia deverá ser virtual e foi levantada a possibilidade de haver uma prorrogação do mandato do atual presidente, diante das dificuldades impostas pela pandemia para a realização de reuniões, mas isso não ficou definido.

De sua parte, o presidente Luciano Pingo disse que o mais importante é a união entre os prefeitos, para fortalecimento do Consórcio e região. Ele coloca que está aberto à possibilidade de continuar na presidência, mas que também estará ao lado de qualquer outro nome de consenso, entre os prefeitos, para ocupar o cargo. “O mais importante é que nos mantenhamos unidos, porque só assim temos um Consórcio forte”, destaca.

O prefeito de Divino de São Lourenço, Eleardo Brasil, também se colocou à disposição para a eleição.

Governador

Luciano Pingo também falou, aos demais prefeitos, sobre um encontro com o governador do Estado, Renato Casagrande, junto com o ex-presidente da Associação dos Municípios do Estado do Espírito Santo (Amunes) e agora secretrário de Estado, Gilson Daniel, e o candidato de consenso à presidência da associação, o prefeito de Cachoeiro, Victor Coelho, numa chapa em que Luciano é candidato a vice-presidente. “Na conversa, falamos sobre as obras da tão sonhada Estrada Parque e dos trechos que precisam de recuperação das estradas do programa Caminhos do Campo em cada município, num levantamento que deve ser enviado por cada Prefeitura para o Consórcio”, explica.

Além do prefeito Luciano Pingo, também participaram da reunião virtual os prefeitos Nirrô Emerick (Alegre), Edmilson Meirelles (Irupi), Antonio Coimbra – Cuíca (São José do Calçado), Eleardo Brasil (Divino de São Lourenço), Claudenir José Neto – Ninho (Dores do Rio Preto) e Gesi Antônio Júnior – Dito (Muniz Freire), e também representantes de outros municípios e do corpo técnico do Consórcio Caparaó. Com informações do Consórcio Caparaó.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://ibatibaonline.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp