05/04/2021 às 16h00min - Atualizada em 05/04/2021 às 16h08min

Ibatiba segue em Risco Extremo no novo Mapa de Risco para Covid-19

Desta forma, de acordo com a nova classificação, 37 municípios capixabas estão classificados em Risco Extremo e entre eles está Ibatiba. Outros 39 estão em Risco Alto e dois (Conceição da Barra e Ibitirama) em Risco Moderado.

Divulgação

O município de Ibatiba continua classificado em Risco Extremo para o contágio do novo Coronavírus (Covid-19), conforme o 49º Mapa de Risco Covid-19, anunciado pelo governador Renato Casagrande, que tem vigência a partir desta segunda-feira (5). Ele anunciou o fim da quarentena em todo território estadual e que, a partir de então, o Governo do Estado retorna à classificação das medidas qualificadas nos municípios com base nos indicadores da pandemia.

Desta forma, de acordo com a nova classificação, 37 municípios capixabas estão classificados em Risco Extremo e entre eles está Ibatiba. Outros 39 estão em Risco Alto e dois (Conceição da Barra e Ibitirama) em Risco Moderado. Não há municípios classificados em Risco Baixo. As medidas qualificadas para cada grau de risco estão previstas no Decreto nº 4859-R e nas portarias 013-R e 166-R, da Secretaria da Saúde (Sesa). No entanto, devido ao atual momento da pandemia, foram feitas algumas mudanças nas medidas para os municípios em Risco Alto e Extremo. A classificação valerá pelo período de 14 dias.

No Risco Extremo, que é o caso de Ibatiba, fica estabelecido que os restaurantes, estabelecimentos comerciais e de serviços poderão atender o público de quarta a sexta-feira, das 10 às 16 horas. Os bares seguem com o atendimento ao público suspenso, podendo funcionar apenas pelo serviço de delivery. Já as atividades e serviços classificados como essenciais pelo Decreto nº 4848-R podem funcionar até as 20 horas e as aulas presenciais continuam suspensas.

As agências bancárias só vão funcionar para saques eletrônicos e de benefícios assistenciais, enquanto as lotéricas podem abrir de quarta a sexta-feira, das 10 às 18 horas. Está suspenso, ainda, o funcionamento de academias de qualquer natureza, clube de serviços e lazer, assim como as atividades esportivas coletivas. Além de medidas sociais que tratam sobre reuniões, eventos, uso de locais públicos, encontros e cultos religiosos (confira as medidas detalhadas abaixo).

A Secretaria Municipal de Saúde de Ibatiba destaca que continua sendo importante que cada cidadão cumpra sua parte, seguindo as medidas restritivas e de proteção e higiene, para manter o distanciamento social e evitar a propagação do Coronavírus. Lembrando, também, que o uso de máscaras continua obrigatório em todo o território do município.

Há também medidas para o transporte coletivo. No caso de Ibatiba, vale destacar que os ônibus intermunicipais poderão voltar a circular com 50% da capacidade, das 5 às 22 horas. E o transporte rodoviário e ferroviário interestadual de passageiros segue suspenso em todo o Espírito Santo.

Além de Ibatiba, também estão em Risco Extremo os municípios de Água Doce do Norte, Águia Branca, Anchieta, Apiacá, Baixo Guandu, Barra de São Francisco, Boa Esperança, Brejetuba, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Castelo, Colatina, Guarapari, Iconha, Itarana, Jerônimo Monteiro, João Neiva, Linhares, Mantenópolis, Marataízes, Muniz Freire, Muqui, Nova Venécia, Pancas, Pinheiros, Piúma, Rio Bananal, São Gabriel da Palha, São José do Calçado, Serra, Vargem Alta, Venda Nova do Imigrante, Viana, Vila Pavão, Vila Velha e Vitória.

Quarentena

O Governo do Estado avalia que a quarentena vivida no Espírito Santo até este domingo (4) foi importante para conter o avanço da pandemia, reduzindo a transmissão do vírus. O efeito deve ser notado daqui alguns dias, quando a não circulação do vírus e o não contágio de mais pessoas, nesse período, vão diminuir a pressão sobre o sistema de saúde. Principalmente, no que diz respeito à redução das internações, inclusive, aquelas provocadas por outras enfermidades e traumas.

Conforme dados da regulação do sistema de saúde em clínica médica – que são as atividades que não incluem os casos de Covid-19, do dia 1º ao dia 19 de março, foram feitos 21,5 procedimentos diários em média. De 20 a 31 de março, já dentro do período de quarentena, a médica caiu para 14,5 procedimentos por dia, o que aliviou e reverteu leitos para o tratamento de pacientes com Covid-19. Além disso, o Estado anunciou a abertura de mais 500 leitos para tratamento de pacientes com a Covid durante este mês de abril, sendo 200 leitos de UTI e 300 de enfermaria, o que vai totalizar mais de 2.100 leitos até o fim do mês, o maior número de leitos per capita do País.

*PMI


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://ibatibaonline.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp