26/10/2018 às 20h29min - Atualizada em 26/10/2018 às 20h29min

Sedu divulga Chamada Pública Escolar 2019 e anuncia quatro novas unidades Escola Viva

Serão 300 mil vagas abertas na rede pública estadual para estudantes do Ensino Fundamental e Ensino Médio.

Foi divulgado, nesta sexta-feira (26), o processo de matrícula para o ano letivo de 2019. O secretário, Haroldo Rocha, anunciou as datas e explicou como serão as ações da Chamada Pública Escolar para o próximo ano. Serão 300 mil vagas abertas na rede pública estadual para estudantes do Ensino Fundamental e Ensino Médio.

Além disso, dando continuidade a expansão do programa Escola Viva, foram anunciadas também quatro novas unidades nos municípios de Viana, Fundão, Conceição do Castelo e Muqui.

Conhecido como Chamada Pública Escolar, o processo de matrícula na rede estadual tem como objetivo assegurar o acesso dos estudantes às unidades públicas e a sua permanência no processo de escolarização. O processo de organização de matrículas compreende as seguintes etapas: Rematrícula e Transferência Interna; Pré-Matrícula; Divulgação do Resultado e Efetivação da Matrícula.

Podem solicitar vaga na rede estadual estudantes matriculados nas redes públicas municipais, federal ou privada e também estudantes que não estejam matriculados em qualquer uma das redes de ensino.

“A Chamada Pública é um esforço comum para que todos os alunos estejam regularmente matriculados. As solicitações são realizadas 100% pela internet”, destacou o secretário.

Aplicativo para os pais

E uma novidade também foi lançada para os pais/responsáveis dos estudantes da rede pública. Por meio de um aplicativo, as famílias poderão ter acesso a notas de provas e testes (por disciplina) e frequência. Além disso, poderão conferir gráficos mostrando a evolução do estudante ao longo do ano letivo.

“O aplicativo é mais um passo para que a escola e a famílias fiquem mais próximas. Hoje é possível os pais e responsáveis acessarem as informações pela internet, mas o aplicativo vai facilitar o acesso às notas e frequências dos estudantes”, explicou o secretário.

Escola Viva: mais quatro novas unidades

Na oportunidade, também foi anunciado, nesta sexta-feira (26), mais quatro unidades que serão contempladas com o programa Escola Viva: Escola Estadual Nair Ribeiro (470 vagas – 9º ano do Ensino Fundamental e Ensino Médio), em Fundão, Escola Estadual Ewerton M. Guimarães (340 vagas - 8º e 9º ano do Ensino Fundamental e Ensino Médio), em Viana, Escola Municipal Elisa Paiva (450 vagas - 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e Ensino Médio), em Conceição do Castelo, e Escola Estadual Senador Dirceu Cardoso (480 vagas - 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e Ensino Médio), em Muqui. Ao todo, serão mais 1.740 vagas em tempo integral abertas para 2019.

“Para 2019, já estão confirmadas mais essas quatro unidades Escola Viva, em quatro municípios, com mais de 1.700 novas vagas em tempo integral. O nosso compromisso com a Educação é para formar uma juventude de alto nível de conhecimento e preparada para o mundo de hoje, com uma escola mais flexível, mais atrativa e contemporânea para os nossos jovens”, comemorou Haroldo Rocha.

Agora, na Região Metropolitana, os estudantes contam com 14 unidades Escola Viva. São elas: São Pedro e Fernando Duarte Rabello, em Vitória; Profª Maura Abaurre, Assisolina Assis de Andrade, Pastor Oliveira de Araújo e Galdino Antônio Vieira, em Vila Velha; Joaquim Beato e Getunildo Pimentel, na Serra; Presidente Castelo Branco, Itagiba Escobar, José Leão Nunes e Maria Penedo, em Cariacica, e as novas unidades Nair Ribeiro, em Fundão, Ewerton M. Guimarães, em Viana.

E não param por aí, no interior do Estado, municípios de Norte a Sul também já foram contemplados com a educação em tempo integral. Em Aracruz, São Gabriel da Palha, Barra de São Francisco e Baixo Guandu as vagas estão sendo ofertadas nas escolas Monsenhor Guilherme Schmitz, São Gabriel da Palha, João XXIII e Baixo Guandu, respectivamente. Em Cachoeiro de Itapemirim, temos a Escola Viva Francisco Coelho Ávila Junior e a Liceu Muniz Freire. Já no município de Alegre, a Aristeu Aguiar, em Mimoso do Sul, a Antônio Acha, em Itapemirim, a Washington Pinheiro Meirelles e em, Anchieta. Além das novas unidades Elisa Paiva, em Conceição do Castelo, e Senador Dirceu Cardoso, em Muqui.

Ao todo, em 2019, serão mais de 21 mil vagas nas 36 unidades em tempo integral, em 27 municípios do Estado. Na Escola Viva, o estudante começa o seu projeto de vida, traçando ele mesmo o seu futuro. Além da estrutura diferenciada e do currículo inovador, na Escola Viva os profissionais possuem dedicação integral e o tempo que o aluno permanece na escola é de 9 horas e 30 minutos. A carga horária é das 7h30 às 17 horas, sendo 1h20 minutos para o almoço e dois intervalos de 20 minutos para o lanche, ofertados dentro da escola.

Saiba mais sobre o programa Escola Viva - http://escolaviva.es.gov.br/

CHAMADA PÚBLICA ESCOLAR 2019

Rematrícula e Transferência Interna

Período: de 29 de outubro a 27 de novembro

A Rematrícula é quando o estudante assegura a sua vaga, considerando a etapa ou a modalidade de ensino em que ele se encontra. Essa etapa ocorrerá entre de 29 de outubro a 27 de novembro, mesmo período em que também ocorre a Transferência Interna, que é quando o estudante permanece na rede pública estadual, porém solicita ingressar em outra escola.

Para a Rematrícula ou a Transferência Interna, os pais/responsáveis, ou o próprio aluno quando maior de idade, devem reafirmar o desejo de continuar ou mudar de unidade escolar.

A Rematrícula ou a Transferência Interna deverá ser solicitada, dentro do prazo, no site da Sedu – www.educacao.es.gov.br, no banner Chamada Pública Escolar 2019.

Pré-matrícula

Período: de 28 de novembro a 14 de dezembro

A Pré-matrícula da rede pública estadual, é o período em que o estudante com idade mínima de 06 anos completos ou a completar até 31/03/2018, tem para cadastrar solicitação de vaga.

O período da Pré-matrícula ocorrerá do dia 28 de novembro a 14 de dezembro. Nesta etapa, podem solicitar uma vaga na rede estadual estudantes matriculados nas redes públicas municipais, federal ou privada e também estudantes que não esteja matriculado em qualquer uma das redes de ensino.

A Pré-matrícula deverá ser solicitada, dentro do prazo, no site da Sedu – www.educacao.es.gov.br, no banner Chamada Pública Escolar 2019.

O estudante que não tiver acesso à internet, pode se dirigir a uma das escolas da rede pública estadual para realizar a sua solicitação de matrícula.

Importante

É importante ressaltar que neste ano os estudantes que desejam solicitar vaga para o Ensino Médio em escolas da Grande Vitória, terão, obrigatoriamente, que inserir três opções de unidades escolares. Para os estudantes dos demais municípios, a indicação de três unidades será opcional.

Vale lembrar que a distribuição das vagas segue os critérios adotados pela rede estadual, em ordem de prioridade: estudante com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação; estudante que reside próximo à unidade escolar pleiteada, desde que tenha vaga; estudante que tenha irmão(s) estudando nessa unidade escolar, desde que tenha vaga, e aluno com menor idade.

Resultado Rematrícula, Transferência Interna e Pré-matrícula

Data: até 16 de janeiro

Quem solicitou a Rematrícula, a Transferência Interna e a Pré-matrícula deverá conferir o resultado da solicitação, no dia 16 de janeiro, no site da Sedu – www.educacao.es.gov.br, no banner Chamada Pública Escolar 2019.

Efetivação da matrícula com a participação das famílias

Data: até 31 de janeiro

A efetivação da matrícula deverá ser realizada até 31 de janeiro. Nessa etapa é muito importante a participação das famílias. Aquele pai/responsável que não comparecer à unidade escolar, para efetivar a matrícula, não terá a garantia de vaga do aluno.

Para efetivação da matricula, é necessário que os pais/responsáveis, ou o próprio aluno quando maior de idade, compareçam na secretaria escolar da unidade na qual a vaga foi localizada e que sejam apresentadas cópias dos documentos relacionados abaixo:

- Certidão de nascimento ou de casamento;

- Histórico escolar ou declaração de conclusão de série/ano;

- Comprovante de residência do estudante por meio da fatura de energia;

- Título de eleitor e certificado de alistamento militar (sexo masculino) para os alunos maiores de 18 anos;

- Laudo médico para os alunos com deficiência e com transtornos globais do desenvolvimento.

- RG e/ou CPF, caso o aluno possua;


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://ibatibaonline.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp