17/11/2021 às 16h30min - Atualizada em 17/11/2021 às 16h30min

Prefeitura debate sobre recursos para Fundos Municipais através do Imposto de Renda

A palestra faz parte da parceria fechada pelo prefeito Luciano Pingo, em outubro, com o CRC-ES, construída por meio da Associação de Municípios do Estado do Espírito Santo (Amunes), que vai trazer cursos e treinamentos para os servidores.

Divulgação/PMI

O vice-presidente institucional do Conselho Regional de Contabilidade do Espírito Santo (CRC-ES), Roberto Schulze, esteve no gabinete do prefeito de Ibatiba, Luciano Pingo, na manhã desta terça-feira (16), com a presença de secretários municipais, servidores e representantes de instituições filantrópicas, para falar sobre contribuições ao Fundo para a Infância e a Adolescência e Fundo do Idoso, dentro da Declaração do Imposto de Renda.

A palestra faz parte da parceria fechada pelo prefeito Luciano Pingo, em outubro, com o CRC-ES, construída por meio da Associação de Municípios do Estado do Espírito Santo (Amunes), que vai trazer cursos e treinamentos para os servidores. Além da troca de informações e outros projetos em conjunto que podem ser desenvolvidos.

E na conversa, Roberto Schulze falou sobre a destinação de parte do Imposto de Renda para os fundos, entre outros incentivos fiscais que existem, o que é interessante para o município, porque se trata de mais recursos para projetos sociais que atendem a esses dois públicos. Ele explica que essa iniciativa faz parte de uma ação do CRC, para conscientizar as pessoas sobre como é importante e simples fazer essa destinação.

“E o dinheiro fica no município, podendo ser empregado por fundações e associações locais, e a Prefeitura, de um modo geral, consegue melhorar a vida daqueles que precisam efetivamente desses recursos”, esclarece. “E a iniciativa da Prefeitura de Ibatiba, em fazer essa conversa, é muito importante, e o prefeito Luciano percebeu que o dinheiro está no município, porque não deixá-lo aqui, para que seja investido aqui, para as crianças, adolescentes e idosos”, completa.

Roberto Schulze enfatiza que essa dedução no Imposto de Renda não custa nada para o contribuinte. “E não custa, porque, se eu tenho imposto de renda a pagar, eu destino uma parte e tenho esse valor descontado do meu imposto e vou gastar a mesma coisa, no final, mas ajudando alguém, ao mesmo tempo em que, se tenho a restituir, eu destino uma parte que depois volta na restituição”, explica. “Então, não custa nada”, finaliza.

Também estavam presentes, os secretários municipais Vanderlei Alves Ribeiro (Assistência Social), Gecinete Pimentel de Carvalho (Administração), Samuel Dias Damasceno (Agricultura, Indústria e Comércio), Solange Assis (Educação), Diego Pereira Huguinim (Finanças), Fábio Augusto do Nascimento (Interior e Transporte), Geilson Dias Tomaz (Meio Ambiente, Cultura e Turismo) e Eliseu Campos (Obras e Serviços Urbanos).

Além da controladora geral do município, Andressa Pereira da Silva, a chefe da Seção de Recursos Humanos, Cristiane de Souza, a vice-presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e servidora, Ângela Karina Colombo, a psicóloga da Secretaria de Assistência Social, Luana Érika da Silva Noia, a diretora da Apae, Gisele Gomes de Freitas, a contadora da Prefeitura, Fernanda Matos de Moura Almeida, e a diretora da Pestalozzi, Rose de Marinho Alcântara Diniz.

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://ibatibaonline.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp