26/03/2019 às 20h55min - Atualizada em 26/03/2019 às 20h55min

Desde 2014 na Alemanha, Wendell vem subindo de patamar no Leverkusen

Wendell mostrou-se para o futebol brasileiro defendo as cores do Londrina, em 2013, ano em que o clube paranaense conquistou o vice-campeonato estadual. A boa temporada do jogador chamou a atenção do Grêmio, que o contratou no ano seguinte. O primeiro semestre do lateral-esquerdo pelo Tricolor Gaúcho fez o Bayer Leverkusen demonstrar interesse pelo então promissor lateral-esquerdo. Desde então, o brasileiro não trocou mais de camisa e ostenta uma regularidade de cinco temporadas na Alemanha. Em exclusiva ao site da CBF, o cearense de 25 anos contou que o início no futebol alemão não foi fácil, mas que hoje em dia sente-se completamente adaptado ao país e ao estilo de jogo praticado por lá. — Já é a minha quinta temporada aqui e estou totalmente adaptado. No início, é mais complicado por vários motivos. Eu era muito jovem, o estilo de jogo é completamente diferente ao do Brasil e tem a questão do idioma. Não é tão simples pegar o alemão, mas hoje já superei tudo isso e estou muito mais maduro, tanto dentro como fora de campo. Posso afirmar que evoluí demais e tenho uma leitura diferente do jogo — disse Wendell. [caption id="" align="alignnone" width="910"]
Wendell mantém regularidade de cinco temporadas no futebol alemão

Wendell mantém regularidade de cinco temporadas no futebol alemão

Wendell mantém regularidade de cinco temporadas no futebol alemãoCréditos: Divulgação/Bayer Leverkusen[/caption] Há cinco temporadas na Alemanha, Wendell soma 177 jogos, oito gols e 11 assistências pelo no Leverkusen. Na temporada atual, o lateral acumula 31 jogos, dois gols e uma assistência. BOM MOMENTO NO CLUBE Olha, sempre fui muito feliz no Leverkusen. Desde o meu primeiro dia, fui muito bem tratado por todos. É um dos clubes mais tradicionais da Europa e evoluí demais aqui, em todos os sentidos. OBJETIVO NA CARREIRA Um dos meus grandes objetivos é voltar para a seleção brasileira. Fui convocado e participei de toda a preparação do Brasil para a Olimpíada do Rio de Janeiro, mas, infelizmente, sofri uma lesão um pouco antes da competição e não pude ir. Também já fui convocado por Tite e sei que tenho condições de estar no grupo, mas também sei que a lateral esquerda é uma das posições mais qualificadas do time e respeito demais todos os meus concorrentes. Estou trabalhando forte para ir bem no Leverkusen e poder receber mais oportunidades. INTENÇÕES PARA O FUTURO Não sei o que será do meu futuro, mas o meu objetivo é ser novamente convocado para a seleção brasileira. Pra poder voltar ao radar da comissão técnica, é muito importante estar disputando a Liga dos Campeões. Farei de tudo para ajudar o clube a voltar para a Champions porque esse é um objetivo coletivo e individual.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://ibatibaonline.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp