02/07/2019 às 17h10min - Atualizada em 02/07/2019 às 17h10min

Emergência na saúde: parlamentares solicitam plantão médico no pronto-atendimento de Ibatiba

Nos últimos meses, os vereadores vêm recebendo ainda mais denúncias de pacientes que não recebem atendimento médico de emergência no hospital, pois, segundo relatos, não encontram profissionais de plantão.

Divulgação/Câmara de Ibatiba

Ao longo do primeiro semestre deste ano, os vereadores de Ibatiba realizaram diversas visitas de fiscalização, enviaram dezenas de requerimentos e indicações ao Poder Executivo e também foram em comitiva ao Pronto-atendimento do município em busca de soluções para melhorar o serviço de saúde prestado à população.

Nos últimos meses, os vereadores vêm recebendo ainda mais denúncias de pacientes que não recebem atendimento médico de emergência no hospital, pois, segundo relatos, não encontram profissionais de plantão.

“A gente sabe da dificuldade de encontrar e contratar médico. Nós temos que encontrar uma solução. Se um único médico não consegue atender à demanda e se o município não tem dinheiro para contratar mais médicos, alguma solução deve ser pensada. Em Ibatiba, às vezes, um médico tem que atender 200 pessoas”, analisou o Presidente da Câmara, Carlos Alberto dos Santos.

O vereador José Paulo Costa e Silva reforça as denúncias da população. “É difícil para qualquer ibatibense que precisa de atendimento médico chegar ao PA e não encontrar um médico de plantão”, comentou durante a sessão ordinária da Câmara do dia 25 de junho.

A falta de médicos de plantão na unidade de pronto-atendimento gerou análises e discussões na Casa de Leis.

“A conversa de palanque da atual gestão é que teria médico no pronto-atendimento. Se não tem como atender fecha as portas porque aí não dá confusão. As pessoas querem ser atendidas, mas não tem médico”, reforçou o vereador Elias Cândido da Silveira.

Comitiva

Em abril, os vereadores Roberto Luiz Chaves, Fábio Ambrózio Nascimento Trindade, Carlos Alberto dos Santos, Ivanito Barbosa, Elias Cândido da Silveira, José Paulo Costa e Silva e Geilson Tomaz formaram uma comitiva para fiscalizar os serviços e a infraestrutura do Pronto-atendimento (PA) de Ibatiba e também a situação das ambulâncias.

“O atendimento no PA está ainda pior depois que fizemos fiscalização no local. Parece que não significamos nada para os gestores do município, pois não atendem aos nossos requerimentos e indicações. São muitos os desabafos das pessoas sobre os atendimentos do PA”, analisou o vereador Fábio Ambrozio Nascimento Trindade.

“Será possível que não há solução para esses problemas? Essa situação está uma vergonha. Saúde é coisa séria”, disse o vereador Ivanito Barbosa sobre os relatos.

Responsabilidade

Ao analisar as diversas manifestações da população e dos demais parlamentares, o vereador Roberto Luiz Chaves sugeriu que uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) fosse formada para apurar os relatos de falta de atendimento médico de plantão no pronto socorro do município.

“Quando falta médico, sei que tem um diretor clínico que precisa arcar com o plantão, na falta de um médico, mas disseram que esse profissional não se encontra na região para atender ao PA quando é preciso, o que vem resultando nessa situação toda. Sugiro que possamos avaliar a abertura de uma CPI para apurar esse fato”, relatou o parlamentar. Com Informações da Câmara de Ibatiba.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://ibatibaonline.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp